EDIÇÕES ANTERIORES

1º FESTIVAL VER E FAZER FILMES

A 1ª edição do Festival Ver e Fazer Filmes foi realizada de 3 a 8 de dezembro de 2008, em Cataguases. Equipes de estudantes da Universidade Federal Fluminense – UFF (RJ), Escola Superior de Cinema e Teatro – ESTC (Lisboa/Portugal) e da Universidade Federal de Minas Gerais (Belo Horizonte / MG) foram convidadas a participar dessa imersão no mundo do cinema. Na Etapa Fazer, a experiência resultou na produção de três curtas-metragens de ficção inspirados na obra do escritor Machado de Assis: “A Cartomante”, “O Diplomático”, e “As Chinelas Turcas”.

SAIBA +


2º FESTIVAL VER E FAZER FILMES

Em 2010, a 2ª edição do Festival acontece de 3 a 14 de agosto, em Cataguases.  O evento conta com a participação de duas equipes de estudantes da Universidade Federal da Bahia – UFBA (Salvador / Bahia), e Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas (Belo Horizonte / MG) e de cinco coletivos de jovens de Angola, Cabo Verde, Moçambique, Portugal e de outros estados do Brasil. Tendo a obra do escritor cataguasense Luiz Ruffato como inspiração, foram produzidos dois curtas-metragens de ficção e cinco documentários: “Roupas no Varal”, “A Mancha”, “A Espera no Quintal”, “Contracorrente”, “Escrito nas Telhas”, “Tempo-de-criança”, “Cicatrizes”.

SAIBA +


3º FESTIVAL VER E FAZER FILMES

Em 2012, o Festival Ver e Fazer Filmes faz sua primeira edição fora do Brasil, na cidade de Guimarães, em Portugal, de 16 a 25 de outubro. Na ocasião foram convidadas três equipes:  três equipes: a Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa – UCP, a Universidade do Minho – UM, ambas de Portugal, e um coletivo do Instituto Fábrica do Futuro/Companhia Ormeo de Teatro e Dança, de Cataguases. Três curtas-metragens foram produzidos: “Até Amanhã”, “A Escolha”, “MI(n)TO”.

SAIBA +


4º FESTIVAL VER E FAZER FILMES

UsinaCinema premiação 16

Festival Ver e Fazer Filmes – Inverno 2016  celebrou mais um ciclo de trabalho de ações, iniciativas e projetos no âmbito do Polo Audiovisual da Zona da Mata de Minas Gerais. Realizado em julho, o evento reuniu diversos profissionais do audiovisual, gestores, professores, estudantes, e participantes de projetos sociais e culturais da região e do país.

Nessa edição, destaque para a exibição e premiação dos cutras-metragens produzidos na 1ª edição do Projeto Usina Criativa de Cinema:

“A Luta”, ficção, de Bruno Bennec (Muriaé); “De Quando em Vez”, documentário, de Jader Barreto e Rafaella Lima (Visconde do Rio Branc); “Olhos de Vô”, ficção, de Marco Andrade, (Cataguases); “O Universo de Manoel”, animação, de Renatta Barbosa, Leandro Silveira e Fabiano Banna, do Coletivo PIA (Cataguases); e “Rainha”, ficção, de Sabrina Fidalgo, do Rio de Janeiro, selecionado na categoria Diretor Convidado.

SAIBA +